Empreendedorismo na contabilidade: 7 dicas para comandar seu próprio negócio

O empreendedorismo na contabilidade é sua chance de comandar um negócio e ampliar seus serviços. Confira 7 dicas valiosas.

Se o empreendedorismo na contabilidade é seu próximo passo na carreira, você chegou ao artigo certo.

Hoje, empreender é uma tendência entre contadores, que estão enxergando novas oportunidades em um mercado competitivo e diversificado.

Se antes era mais comum trabalhar como autônomo ou assalariado, agora há espaço para desenvolver serviços exclusivos e ampliar a carteira de clientes com seu próprio negócio.

Se você quer acompanhar esse movimento, comece pelo nosso guia de empreendedorismo na contabilidade.

Continue lendo e tenha sucesso como empresário contábil. 

Assista ao curso gratuito de Contabilidade Digital

A vez do empreendedorismo na contabilidade

O empreendedorismo na contabilidade vem ganhando espaço com suas oportunidades de crescimento e diversificação no mercado. 

Se antes a maioria dos contadores atuava como profissional liberal, hoje a tendência é abrir um negócio próprio e ampliar cada vez mais os serviços.

Afinal, empreender traz muito mais independência e perspectivas para o profissional do que ocupar um cargo em uma empresa ou escritório. 

Essa mudança se deve ao cenário atual, muito mais competitivo e dinâmico, em que as empresas procuram serviços personalizados e estão bem mais exigentes. 

No passado, o contador só precisava ter competência técnica e boas referências, e bastava uma pequena sala comercial e um computador para atender uma ampla carteira de clientes.

Agora é preciso ir além e adotar um mindset empreendedor para explorar novos mercados, entregar valor diferenciado e prosperar na contabilidade. 

Mas é aí que mora o desafio: a maioria dos contadores não possui formação em gestão, tampouco afinidade com o mundo dos negócios. 

Como resultado, muitos têm dificuldade em liderar equipes e assumir uma empresa, embora tenham um excelente conhecimento e know-how contábil.

Logo, a questão-chave é: como transformar a expertise contábil em um negócio de sucesso?

É o que vamos responder nos próximos tópicos. 

Empreendedorismo contábil no Brasil

No Brasil, o empreendedorismo na contabilidade é relativamente recente, mas está transformando o mercado rapidamente . 

Atualmente, a classe contábil brasileira se divide entre 518.587 contadores autônomos e 63.425 empresas contábeis, considerando sociedades e empresários individuais (com exceção do MEI, que não permite mais a atividade de contabilidade).

Os dados são do Conselho Federal de Contabilidade, apurados em fevereiro de 2020, e mostram que ainda prevalece a cultura da contabilidade como profissão liberal. 

No entanto, ao comparar com os números de dois anos atrás, vemos que houve um avanço significativo: no mesmo mês de 2018, havia  524.336 profissionais autônomos e 58.334 empresas contábeis.

Ou seja: há uma tendência de redução dos profissionais autônomos e aumento dos escritórios contábeis.

Como reforçamos sempre aqui no blog, o novo contador tem cada vez mais oportunidade de atuar como um consultor e parceiro estratégico do cliente, deixando para trás a função de guarda-livros e a imagem burocrática. 

Usando a tecnologia, os contadores conseguem estar muito mais próximos da gestão de seus clientes e apoiam a tomada de decisão dos empresários, fornecendo informações valiosas para o crescimento das empresas. 

Com essa valorização da contabilidade, os negócios na área também ganham força e passam a oferecer serviços mais complexos de consultoria e planejamento estratégico — esses sim, com alto valor agregado.

Logo, o cenário não poderia ser mais favorável ao empreendedorismo contábil, principalmente em tempos de transformação digital.

Saiba mais sobre a solução contábil da Conta Azul Mais 100% na nuvem

Como a tecnologia impulsiona o empreendedorismo na contabilidade 

A tecnologia tem um papel essencial no avanço do empreendedorismo na contabilidade.

É fácil entender por que: com a contabilidade digital, surgiram inúmeras oportunidades de negócio e novos nichos de mercado a serem explorados pelos contadores.

O sinal mais claro dessa mudança são as empresas de contabilidade digital  que vêm se multiplicando nos últimos tempos, oferecendo desde pacotes de baixo custo para pequenos empreendedores até serviços avançados de consultoria pela internet.

Da mesma forma, o mercado se abriu para novos softwares, ferramentas e plataformas de gestão contábil e financeira, aumentando a oferta de soluções tecnológicas que automatizam tarefas e agilizam a rotina das empresas contábeis e seus clientes.

Ao eliminar tarefas repetitivas e documentos físicos, os empreendedores contábeis podem se dedicar ao que realmente importa: organização, produtividade, satisfação dos clientes e crescimento do escritório contábil. . 

Em outras palavras, a tecnologia permite que os contadores tenham mais tempo para pensar nas questões gerenciais e comerciais de suas empresas e em entregar serviços que o cliente percebe melhor, em vez de se preocupar com redigitação e tarefas pouco valorizadas pelas empresas. 

Além disso, as soluções tecnológicas possibilitam escalar os serviços da empresa contábil, ou seja, replicar o mesmo processo para vários clientes e aumentar a capacidade de atendimento. 

Para completar, a internet oferece alcance ilimitado para atrair e conquistar novos clientes, assim como ferramentas de comunicação online que facilitam o contato e o atendimento em tempo real. 

7 dicas para aplicar o empreendedorismo na contabilidade

Agora que você está por dentro do empreendedorismo na contabilidade, já pode pensar em assumir seu próprio negócio.

Confira dicas para ter sucesso como empreendedor.

1. Desenvolva suas competências gerenciais

O primeiro passo para aplicar o empreendedorismo na contabilidade é se preparar para encarar o desafio de deixar de ser um profissional de perfil técnico para ser um empresário. 

Para isso, você precisa ir além do conhecimento contábil e desenvolver suas competências gerenciais, tais como:

  • Liderança
  • Visão de negócio
  • Pensamento analítico e estratégico
  • Habilidades de negociação
  • Comunicação efetiva
  • Gestão do tempo. 

Além disso, é importante que você conheça todas as áreas de um negócio (RH, marketing, tecnologia) e procure formações específicas em gestão e planejamento. 

2. Assuma a posição de empreendedor

Um dos principais erros que você pode cometer é se colocar na posição de contador ao invés de empreendedor.

Essa é uma falha comum dos empreendedores iniciantes, que acabam executando funções de contabilidade dentro da empresa ao invés de focar no papel de planejamento, gestão e liderança.

Por isso, é importante assumir sua posição de líder e dedicar seu tempo a questões como estratégias de crescimento, oferta de valor ao cliente, qualidade dos processos, engajamento da equipe, etc. 

3. Identifique oportunidades de mercado

Para ter sucesso no empreendedorismo na contabilidade, você precisa manter seu radar de oportunidades sempre ligado.

Se você já atua como contador, por exemplo, precisa ficar de olho nas necessidades e possíveis demandas não atendidas nos setores com que trabalha.

Afinal, os negócios bem-sucedidos são aqueles que satisfazem uma necessidade específica dos clientes de forma diferenciada, e só você pode mapear essas brechas no mercado e encontrar sua chance de oferecer um serviço único. 

4. Entregue valor diferenciado aos clientes

Toda empresa existe para criar valor, e seu negócio contábil deve seguir o mesmo princípio.

Isso significa entregar soluções que resolvam os problemas dos seus clientes melhor do que a concorrência, e que sejam percebidas como altamente valiosas — o que chamamos de alto valor agregado.

Por exemplo, em vez de oferecer o básico de escrituração contábil e fiscal, sua empresa pode apresentar diagnósticos personalizados da situação financeira da empresa e sugerir melhorias para reduzir custos e aumentar os lucros do cliente. 

Dependendo do tipo de cliente e setor atendido, você pode criar serviços sob medida para contribuir com o crescimento das empresas e diferenciar seu escritório no mercado.

São os famosos diferenciais competitivos, que formarão a base do seu sucesso como empreendedor contábil.

5. Esteja disposto a assumir riscos

Para empreender, é preciso assumir certos riscos e fugir da zona de conforto do trabalho assalariado ou autônomo.

Afinal, a própria atividade empreendedora inclui lidar com as incertezas do mercado, que está cada vez mais competitivo e complexo. 

Para o contador tradicional, pode ser assustador investir em um negócio próprio e ter que acompanhar as mudanças rápidas dos negócios.

Daí a importância de mudar sua postura e encarar os riscos como grandes oportunidades, ao mesmo tempo em que se planeja para mitigá-los e aumentar suas chances de sucesso.

6. Tenha um bom plano de negócio

Para empreender como contador, você também vai precisar de um bom plano de negócio

Esse documento funciona como um roteiro da empresa e abrange todos os pontos importantes: serviços, segmento de atuação, público-alvo, proposta de valor, planejamento financeiro e de marketing, etc.

Por isso, sua elaboração é essencial para começar qualquer negócio, e vai ajudar você a estruturar seu escritório contábil. 

7. Use a tecnologia para vencer

Por fim, a melhor forma de garantir o crescimento do seu negócio é já começar com uma boa base tecnológica

Você não precisa receber papel do cliente nem enviar impressos para eles: notas fiscais são arquivos XML, extratos bancários podem ser sincronizados automaticamente ou conciliados via arquivo OFX, movimentações financeiras e dados de pessoal funcionam como documentos digitalizados — até contratos podem ser assinados digitalmente.

Isso significa ter todos os dados e informações dos clientes centralizados em softwares de gestão, de modo que você possa escalar os serviços e manter o controle em tempo real. 

Assim, fica muito mais fácil gerenciar sua empresa contábil e se organizar para atender vários clientes com uma equipe enxuta

Ebook Contabilidade Digital

Conta Azul: sua plataforma de empreendedorismo na contabilidade

Se você está decidido a seguir a jornada do empreendedor contábil, saiba que a Conta Azul Mais pode ajudar seu negócio a sair do papel. 

É uma plataforma 100% digital que permite realizar rotinas contábeis, fiscais e de folha integradas ao financeiro do cliente, garantindo mais produtividade. Cliente e contador trabalham com a mesma versão dos dados, na nuvem, sem erros nem redigitação.

Ao se tornar um contador parceiro Conta Azul, você tem acesso grátis a recursos como gerenciamento de clientes, geração de demonstrativos contábeis, folha de pagamento, emissão de guias em lote, etc.

E mais: ainda conta com um módulo exclusivo de gestão financeira para sua empresa contábil, com direito a controle de honorários, emissão de NFS-e e boleto, e conciliação bancária. 

Entendeu como colocar em prática o empreendedorismo na contabilidade?

Agora é só se preparar para estar à frente do seu próprio negócio e fazer história no mercado.

Saiba mais sobre a solução contábil da Conta Azul Mais 100% na nuvem

Aproveite e deixe um comentário contando seus planos e expectativas.

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?