Redes sociais na contabilidade: um guia para crescer

 

Redes sociais na contabilidade: um guia para crescer

Você já rompeu com o passado ou ainda usa as mesmas táticas de décadas atrás para atrair e interagir com seus clientes? Aproveitar o potencial das redes sociais na contabilidade é uma das ações fundamentais para fazer seu escritório crescer. Não é perda de tempo, tampouco um gasto desnecessário. Mas para alcançar os resultados que deseja é preciso se atualizar.

Cadastre-se agora

Por que usar as redes sociais na contabilidade

Um erro comum entre escritórios contábeis é acreditar que, depois de adquirir certa solidez, podem dispensar estratégias de divulgação. É como se qualquer ação de marketing só tivesse valor para tornar o negócio conhecido e atrair os primeiros clientes.

Se fosse assim, porque marcas gigantes no mercado investiriam tanto em publicidade? Você não reparou como algumas delas aparecem permanentemente nas mídias que acessa?

Para usar um só exemplo, lembre-se da Coca-Cola. Ela está na televisão, em outdoors e em várias redes sociais. Você acessa o Facebook, e lá está o seu tradicional logo, vai no Instagram e ocorre o mesmo, daí acessa o YouTube e aparece um comercial do refrigerante.

Se essa empresa já tem décadas no mercado e tamanha solidez, por que ainda investe tanto em marketing? E mais: se o seu escritório já está estabelecido e tem um bom número de clientes fixos, por que deveria usar mais as redes sociais na contabilidade?

Para as duas perguntas, a resposta pode ser a mesma: para fortalecer a sua marca, para se relacionar com os atuais clientes e para se posicionar como opção para os novos.

Você conhece o seu público-alvo melhor do que ninguém, mas é possível arriscar que ele está na internet, faz uso constante dela e pode ser acessado por esses canais. Afinal, esse é o comportamento padrão do brasileiro.

Alguns dados e números que atestam isso:

  • O Brasil é o país que mais acessa redes sociais na América Latina, segundo pesquisa da agência eMarketer;
  • São 93,2 milhões de brasileiros conectados nesse tipo de mídia, informa o mesmo estudo;
  • Entre os jovens, salta para 90% o percentual de brasileiros com pelo menos um perfil nas redes sociais, indica a pesquisa TIC Kids Online Brasil;
  • Os brasileiros passam 650 horas por mês em redes sociais, revela a pesquisa Digital Future Focus Brazil 2015;
  • 80,2% dos brasileiros acreditam nas informações que veem ou leem nas redes sociais, conforme a pesquisa CNT/MDA.


Todos esses dados são um indicativo de que seu cliente está nas redes sociais e confia no conteúdo que vê nesses canais. Agora, reflita e responda: como o seu escritório está aproveitando o potencial dessa ferramenta? Se concorda que pode aprimorar a sua estratégia online, as dicas a seguir certamente vão ajudar.

Como fazer bom uso das redes sociais

Acabamos de ver como o uso de redes sociais na contabilidade pode ajudar seu escritório a crescer. Isso é possível porque, ao fortalecer a sua imagem nesses canais, você se torna uma referência na área em que atua, uma lembrança óbvia sempre que alguém tiver uma nova demanda. Em resumo: você se posiciona no topo da mente dos clientes.

Mas esse é apenas um dos benefícios de uma estratégia nas redes sociais. Afinal, não se pode ignorar o potencial da ferramenta no relacionamento com os clientes. Com inserções planejadas e compartilhamentos gerados a partir delas, seu escritório se torna mais conhecido e, muitas vezes, o primeiro contato com um novo parceiro se dá por ali.

Isso sem falar na interação com aquele que já recebe seus serviços contábeis. Seja para cultivar a parceria e manter o contato, seja para dar uma solução às suas queixas, as redes sociais dizem muito sobre a forma como o seu escritório atende aos clientes. E isso, nem seria preciso lembrar, é fundamental para uma estratégia de fidelização.

Mas como fazer bom uso das redes sociais na contabilidade? Como otimizar a estratégia nessa ferramenta, comprovando que se dedicar a ela não é perda de tempo? Se você tem esse receio, veja o que deve fazer em sete dicas:

1. Tenha perfis corporativos

Ainda neste artigo, vamos falar um pouco sobre cada uma das principais redes sociais que você pode explorar. Por enquanto, é preciso saber que, não importa qual seja o canal utilizado, a comunicação com o cliente deve se dar a partir de um perfil corporativo, do escritório, e não seu.

Você pode ter clientes como amigos e seguidores em seu perfil pessoal, sem problema algum. Mas é preciso separar as coisas. Ter um perfil do escritório demonstra profissionalismo. E não esqueça de estender essa impressão às próprias postagens. Não use o espaço para nada que destoe do seu objetivo.

2. Leve a estratégia a sério

Utilizar as redes sociais na contabilidade dá resultado, mas é preciso encarar a estratégia com seriedade, jamais como um passatempo ou aventura. Se você não acredita no potencial da ferramenta, procure se atualizar primeiro em vez de fazer algo só porque os outros fazem.

Entenda, também, que o gerenciamento de redes sociais não é para qualquer um. Você precisa ter (ou buscar) conhecimento para adotar as melhores práticas. Se faltar tempo e tiver condições, contratar uma agência para cuidar da sua estratégia é uma ótima ideia. O retorno alcançado permite pagar o investimento feito com sobras.

3. Oriente o conteúdo ao seu público

Se você já fez a lição de casa para alguma ação de marketing, sabe com que persona trabalha, ou seja, quem é o público-alvo de sua estratégia. Ao usar as redes sociais, novamente é necessário se concentrar nessa informação. Caso contrário, sua postagem corre o risco de ser considerada como mais um conteúdo irrelevante.

Tenha em mente que é preciso oferecer informação útil e que essa noção de utilidade depende muito do seu conhecimento sobre os interesses e hábitos de quem receberá a mensagem. Isso inclui aproveitar os horários preferidos por seus clientes, o que torna a ação mais pontual.

4. Direcione a mensagem à “dor” do cliente

Essa dica é complementar à anterior e se refere a produzir um conteúdo que tire o seu cliente da zona de conforto e provoque uma reação. Novamente, considerando que você o conhece bem, saberá identificar quais são as suas necessidades e a solução que o seu escritório pode oferecer.

Quer uma dica? Aproveite os assuntos do momento.

Um exemplo: sempre que uma falha de gestão em empresas estiver em evidência, como uma notícia sobre o fechamento de negócios por descontrole financeiro, posicione-se junto ao cliente como alguém capaz de ajudá-lo a qualificar seus processos internos.

Nesse momento, se ele estiver preocupado em fazer ajustes e colocar a empresa no rumo certo, ele estará mais aberto a ouvir o que você tem a dizer. Assim, sua mensagem chegará no tempo perfeito.

E é bastante possível que a “dor” do seu cliente esteja na gestão financeira e em maneiras de melhorar o futuro negócio. Um indicativo disso está na pesquisa que divulgamos aqui no blog. Ela destaca o interesse do pequeno empresário brasileiro em ter o contador como um consultor, indo além dos serviços básicos de contabilidade.

5. Esteja online

As redes sociais são uma via de mão dupla. Isso significa que o que você posta não acaba no momento em que faz isso. O fluxo de comunicação é intenso a partir dali, com interações diversas pelos usuários.

Tenha especial atenção aos comentários, pois pega muito mal para o escritório haver perguntas, sugestões ou reclamações sem resposta. O usuário se sentirá ignorado e esse sentimento pode rapidamente contaminar a todos. Nesse caso, não será possível culpar aqueles que pensam que você está fazendo pouco caso dos clientes.

Quando indicamos que esteja online, a sugestão é que não deixe ninguém sem resposta, mas isso não significa passar 24 horas em frente ao computador. O ideal é reservar um momento do dia (a quantidade de interações é que determinará a duração) para isso. Uma opção é delegar a tarefa para outro profissional do escritório, de forma que não atrapalhe suas outras atividades.

6. Meça os resultados

Quando você faz uma postagem, a sua estratégia está apenas começando, como acabamos de lembrar ao falar da necessidade de interação. Então, depois de publicar e interagir, é preciso medir.

Tal qual uma análise do fluxo de caixa de uma empresa, avaliar os resultados da estratégia em redes sociais permite identificar se está no rumo certo ou se precisa promover ajustes. Você pode identificar o alcance do conteúdo e quantas curtidas, comentários e compartilhamentos obteve.

Ao utilizar determinadas ferramentas de mensuração nesses canais, também é possível obter informações preciosas sobre seus clientes, como o número de visitas e de interações com o seu perfil e o tempo que permaneceram conectados a ele e sua localização.

7. Saiba quando é hora de rever a estratégia

Se, na etapa da mensuração, você observar que o conteúdo não está gerando engajamento, se não tem curtidas, comentários ou compartilhamentos em número próximo da sua expectativa, esse é um sinal de que as postagens estão menos úteis e interessantes do que poderiam ser.

Não tenha medo de modificar sua estratégia. Mesmo quando os resultados são bons, por vezes, eles podem se tornar ainda melhores com ajustes pontuais. Mas isso você só vai saber se buscar informação e conhecimento, de forma a aumentar a sua autoridade sobre o assunto.

Como explorar as principais redes sociais na contabilidade

Publicada em fevereiro de 2017, a pesquisa CNT/MDA identificou as cinco redes sociais mais utilizadas pelos brasileiros. São elas:

  • WhatsApp (87,1%)
  • Facebook (78,3%)
  • YouTube (33,7%)
  • Twitter (11,6%)
  • Instagram (2,6%)

Dependendo do perfil do seu cliente, cada uma delas pode ser explorada de forma a gerar bons resultados para o seu escritório. Se você se pergunta como fazer isso, vamos trazer dicas rápidas sobre cada uma delas.

WhatsApp

O aplicativo de mensagens instantâneas pode ter usos diversos por um escritório de contabilidade. O WhatsApp oferece uma forma prática de atender demandas rápidas do cliente, como responder a questões pontuais. Foi o que fez, por exemplo, o Conselho Regional de Contabilidade do Ceará com o Zap Leão.

Outro bom uso da ferramenta é a troca de informações com colegas contadores por meio de grupos de discussão.

Facebook

A maior rede social do mundo pode ser utilizada por seu escritório principalmente para geração de tráfego para o site de contabilidade. Na prática, você utiliza o espaço para divulgar uma prévia do conteúdo útil e relevante que o cliente encontrará em seu blog. É a oportunidade que se abre para que ele conheça mais sobre sua empresa e seus serviços.

O Facebook também pode ser utilizado para marcar posição, parabenizando clientes, destacando datas especiais e compartilhando informações importantes.

YouTube

O conteúdo que você passa em forma de texto também pode chegar ao seu cliente como vídeo. Aliás, essa é uma tendência mundial e cada vez mais o vídeo se destaca entre as estratégias de marketing.

Para fazer dar certo, vale a mesma dica aplicada a qualquer tipo de mensagem do seu escritório: foque na qualidade da informação e não use o espaço para fazer propaganda do seu trabalho.

Outro cuidado importante é garantir que o vídeo tenha boa qualidade de áudio e imagem, caso contrário, você acabará afugentando seguidores do seu canal.

Twitter

Como essa ferramenta só permite textos de no máximo 280 caracteres, pode ser utilizada para passar recados rápidos, como alterações em normas, projetos que modifiquem a legislação, proximidade de prazos para entrega de declarações etc.

Quanto mais ágil você for para dar ao cliente esse tipo de informação em primeira mão, mais ele se sentirá valorizado e interessado no trabalho do escritório. Só não esqueça de interagir com seus seguidores, pois o diálogo é uma marca clássica do Twitter.

Instagram

O uso corporativo do Instagram é novo, com perfis de empresas liberados somente em 2016 no Brasil. Essa é uma rede social baseada muito mais em imagem do que em texto. Ou seja, a divulgação de fotos é o padrão, o que pode ser válido para interagir com aqueles que preferem esse tipo de abordagem.

Apesar de não ser muito usual entre os escritórios contábeis, essa ferramenta pode ser uma ótima maneira de desvincular o contador daquela imagem sisuda que domina o consenso popular. Apostar na criatividade e mostrar momentos descontraídos do seu escritório contribuem para isso.

E o LinkedIn?

Embora não apareça com destaque na pesquisa, o LinkedIn é simplesmente a maior rede de contatos profissionais do mundo e uma das redes sociais obrigatórias para um escritório de contabilidade.

Aqueles que não possuem um blog, por exemplo, podem publicar artigos nessa ferramenta. Porém, é o potencial de networking empresarial que mais se destaca nela. Use-a para se conectar a novos parceiros e aumentar as oportunidades de negócio.

Você já está nas redes sociais?

Neste artigo, apresentamos a importância das redes sociais na contabilidade. Também falamos das principais dicas para fazer bom uso delas e listamos as ferramentas preferidas pelo público brasileiro. Agora, você pode utilizar as informações que aqui obteve para entrar ou qualificar a sua presença nesses canais.

Hoje, as redes sociais não são uma tendência, mas uma realidade. Não são um espaço para o contador do futuro, mas para o contador do presente. Se você tiver essa consciência, seu escritório tem muito a ganhar. 

Contabilidade digital: sabe quais são os primeiros passos?  Assista gratuitamente um vídeo com dicas práticas sobre como ser um escritório  contábil digital. Assistir Agora

Como você tem utilizado as redes sociais para crescer como contador? Comente!

Quer acesso a materiais gratuitos exclusivos para Contadores?

Junte-se a mais de 100 mil profissionais e empresários contábeis e receba gratuitamente novidades e dicas sobre tecnologia, marketing e vendas para Contabilidade.