Mostre o valor de um sistema de gestão para seus clientes

 

Mostre o valor de um sistema de gestão para seus clientes

Um sistema de gestão integrado à contabilidade pode fazer muito por uma empresa, mas nem sempre o empreendedor compreende bem isso. Afinal, como convencê-lo de que é bom para você e ótimo para ele? Neste artigo, vamos ajudá-lo a solucionar esse problema.

Cadastre-se agora

O conceito de integração contábil

A integração contábil já foi tema de um artigo publicado aqui no blog e é um conceito que segue em evidência. Não se trata de uma tecnologia inovadora e seria quase como chover no molhado se não houvesse ainda tanta desinformação e até resistência de empresários a ela.

Consiste em uma solução online conectada ao software de gestão do seu cliente e que importa as informações contábeis diretamente dele para o seu sistema. Com isso, evita que um tempo gigantesco seja gasto com conferências manuais, organização e digitação de lançamentos.

E nem falamos ainda da segurança da informação, já que a tarefa automatizada acaba com os erros comuns à inserção manual, especialmente quando ela chega atrasada ao seu escritório.

Se você atende duas empresas e apenas uma delas realiza a integração contábil, é evidente a diferença. Os ganhos em produtividade e eficiência com a tecnologia tornam impossível fazer qualquer comparação entre os clientes que já a adotam com aqueles que persistem na direção contrária.

Mas se é algo tão bom assim para todos, por que a integração contábil não está disseminada? Por que o sistema de gestão do cliente não está conectado com o seu? Mais do que elencar possíveis razões para isso, é interessante saber como virar o jogo e convencê-lo sobre o valor que a ferramenta agrega.

O que dizer ao cliente sobre o sistema de gestão

Se você já conhece o que a integração contábil pode agregar ao seu escritório e ao cliente, é chegada a hora de transmitir essa mensagem. O passo a passo para mostrar o valor de um sistema de gestão online compreende, ao menos, as três etapas relacionadas a seguir.

1. Não há por que temer a tecnologia

A tecnologia, por vezes, assusta. Ainda hoje, muitas pessoas evitam comprar na internet, várias preferem ir presencialmente ao banco em vez de pagar uma conta online e ainda sobrevive a ideia de que “caiu na rede, é peixe”, em alusão à alegada falta de privacidade no ambiente digital.

É bastante possível que o dono do negócio tenha receio de utilizar um sistema de gestão online, especialmente se integrado ao seu escritório, por não confiar na garantia de sigilo das informações.

Não que ele tenha algo a esconder, mas pode achar que o fisco coleta dados da empresa em tempo real, como se houvesse interesse do governo em espionar as empresas.

Apesar da fragilidade da teoria da conspiração, cabe ao contador entender o sentimento de seu parceiro de negócios e tranquilizá-lo. A verdade é que a tecnologia aumentou a proteção, que antes, no papel, apresentava muito mais vulnerabilidades.

Isso sem falar que aquilo que realmente interessa à Receita Federal já está acessível a ela, que são as informações das notas fiscais eletrônicas emitidas pela empresa. O restante, aos olhos do órgão, é apenas perfumaria.

2. Há reais benefícios ao negócio

Vencida a etapa da aversão à tecnologia, é chegado o momento de assegurar o seu valor ao empresário. Ou seja, demonstrar a ele por que vale a pena apostar em um sistema de gestão integrado ao seu escritório.

Quando não há um relacionamento estreito com seu cliente, essa abordagem pode ser confundida com um papo de vendedor. Então, tenha muito cuidado para não parecer que você está empurrando uma tecnologia para o empreendedor apenas por que ela será muito útil para você.

O segredo é focar nas vantagens para o cliente. Por isso, a melhor forma de mostrar o valor da ferramenta seja trazer exemplos de aplicação real na rotina do dono do negócio e, por consequência, nos resultados do seu negócio. Se você conhece bem seu cliente, não terá dificuldades nessa etapa.

Quanto mais específico você for, mais valor ele tende a perceber na integração contábil. Por exemplo, dizer ao cliente que, ao adotar a tecnologia, ele ganhará ao menos cinco horas por semana para que vocês possam se dedicar àquele projeto de expansão da empresa tende a ser mais efetivo do que se limitar a garantir ganhos em produtividade.

3. O custo da tecnologia não é impeditivo

Se o dono do negócio não teme a tecnologia e acredita que ela pode agregar valor ao negócio, é possível que esteja reticente em fazer o investimento devido ao seu custo. Você sabe como qualquer quantia é importante para o cliente, em especial se ele está no comando de uma pequena empresa, de estrutura enxuta e orçamento apertado.

Por incrível que pareça, se você chegou até aqui, a solução está muito próxima, pois essa é a etapa mais fácil. Basta mostrar a ele que o mercado oferece opções para empresários de todos os bolsos e que, conforme o sistema de gestão, ele pode até mesmo testar gratuitamente.

E você sabe: depois que ele testar e ver como vocês podem qualificar juntos o trabalho em prol do negócio, ele dificilmente voltará atrás e a integração contábil definitivamente fará parte dessa relação.

Seu cliente deseja a integração

Há um fato interessante e sobre o qual o seu cliente ainda não tenha se dado conta, e nem mesmo você: ele deseja a integração contábil por meio de seu sistema de gestão. Na verdade, ele ainda não sabe, mas será essa tecnologia que possibilitará a maior participação na tomada de decisões da empresa.

Quer saber como? Se você ainda não viu, é indicado que leia sobre a pesquisa Relação das MPE com os contadores, que foi realizada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em 2016.

O estudo comprova que os empreendedores gostariam de ter o mais suporte da contabilidade para melhorar o negócio e acertar na gestão financeira. Inclusive, 61% se mostraram dispostos a pagar mais para o contador que prestar serviço de consultoria.

Pois é justamente a eficiência proporcionada pela integração contábil que permitirá ao profissional contábil realizar esse papel. Haverá tempo e informações para entregar serviços de maior valor, como relatórios financeiros e análises de demonstrativos.

Siga por esse caminho que seu trabalho será reconhecido, valorizado e facilitado pela aproximação com o cliente proporcionada pela tecnologia.

Contabilidade digital: sabe quais são os primeiros passos?  Assista gratuitamente um vídeo com dicas práticas sobre como ser um escritório  contábil digital. Assistir Agora

E você, já adota a integração contábil no seu escritório? Comente!

Quer acesso a materiais gratuitos exclusivos para Contadores?

Junte-se a mais de 100 mil profissionais e empresários contábeis e receba gratuitamente novidades e dicas sobre tecnologia, marketing e vendas para Contabilidade.