Contabilidade para MEI: como aproveitar essa oportunidade de negócio

Se você não presta serviços de contabilidade para MEI, está perdendo uma grande oportunidade de negócio. Veja como atuar nesse mercado.

Se você não presta serviços de contabilidade para MEI, está perdendo uma grande oportunidade de negócio.

É fato que o microempreendedor individual pode fazer a maior parte da gestão contábil sozinho, mas o apoio profissional faz toda a diferença para o crescimento dessas empresas.

Logo, cabe a você mostrar a importância dos seus serviços e ajudar esse empreendedor iniciante a alavancar seu negócio — e se tornar um cliente maior.

Neste artigo, você vai entender quais serviços oferecer e como atrair e fidelizar o público MEI.

Continue lendo e não deixe a concorrência chegar na frente. 

Conta Azul Mais  Contabilidade em tempo real para transformar sua empresa contábil Quero fazer parte

Contabilidade para MEI: oportunidade?

Se você quer saber o tamanho da oportunidade que a contabilidade para MEI traz, considere que o Brasil ultrapassou 8 milhões de microempreendedores individuais em 2019.

A informação é de um levantamento do Portal do Empreendedor, publicado no G1, que revela o total de empreendedores nessa categoria: 8.154.678 CNPJs cadastrados.

Desde 2014, o número de MEIs já cresceu 120%, e foram mais de 379 mil novos empreendedores formalizados somente nos 3 primeiros meses de 2019. 

Já um estudo do Serasa Experian, também publicado no G1, mostra que 81,4% das novas empresas abertas em 2018 são MEIs.

Ou seja: você também precisa mirar esse público-alvo se quiser expandir seu negócio.

Dessa forma, você ajuda o pequeno empreendedor e cresce com ele. 

MEI precisa da contabilidade?

O MEI não é obrigado contratar um contador ou manter a contabilidade formal.

Mas essa regra é válida somente para as atividades mais simples do microempreendedor, como a abertura do CNPJ e pagamento mensal do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

Se o MEI quiser evoluir e gerir seu negócio de forma profissional, o apoio do contador se torna indispensável.

Muitas vezes, os processos financeiros e contábeis são novidades para o empreendedor recém-formalizado, que tende a ser desorganizado com as documentações e os controles.

É comum, por exemplo, que esses MEIs acabem pagando o percentual máximo no imposto de renda ou errem no preenchimento e envio das declarações.

Além disso, há tarefas mais complexas como a contratação de funcionários e obtenção de crédito, que demandam uma assessoria profissional.

Nesse caso, o contador é um parceiro importante para auxiliar na gestão administrativa e contábil. 

Legalmente, os escritórios de contabilidade optantes pelo Simples eram obrigados a abrir as empresas MEI e entregar sua primeira declaração DASN-SIMEI sem cobrar nada.

Hoje, porém, o contador não pode mais ser MEI, o que não significa que você não possa oferecer esse serviço gratuito inicialmente e depois cobrar mensalmente um valor por consultoria, por exemplo.

Serviços da contabilidade para MEI

Para aproveitar as oportunidades da contabilidade para MEI, você precisa entender quais serviços são relevantes para essa categoria. 

Veja como você pode atender às necessidades desse cliente.

Abertura do MEI

Como vimos, os serviços de abertura do MEI e transmissão da primeira declaração anual simplificada eram realizados de forma gratuita pelos escritórios optantes pelo Simples.

Hoje talvez ainda seja interessante abrir o MEI sem cobrança, pois é o primeiro passo para reter seu cliente.

O processo é extremamente simples e pode ser realizado 100% online, pelo Portal do Empreendedor.

Você pode oferecer o auxílio para abertura e aproveitar a chance para mostrar o valor da contabilidade para MEI. 

Preenchimento do Relatório Mensal das Receitas Brutas

Todo MEI deve preencher o Relatório Mensal das Receitas Brutas até o dia 20 de cada mês, para manter o controle sobre o faturamento.

Esse processo é importante para manter a organização mês a mês, e também exige que o empreendedor anexe suas notas fiscais emitidas. 

Ao oferecer esse serviço, você já livra o cliente de uma preocupação, considerando que ele já trabalha e gerencia o negócio sozinho

Envio da Declaração Anual Simplificada

Outro trâmite obrigatório para o MEI é enviar a Declaração Anual Simplificada de seu faturamento, ou DASN-SIMEI.

É nesse momento que todos os relatórios devem ser reunidos para chegar a um faturamento total.

Por lei, esse total não pode ultrapassar o limite de R$ 81 mil, que caracteriza a formalização como MEI. 

Com a contabilidade para MEI, o cliente não corre o risco de perder o prazo ou errar na transmissão da declaração, além de ter um controle mais preciso do faturamento anual e proximidade do limite.

Otimização tributária

Apesar de ter seus impostos unificados pelo DAS, o MEI corre o risco de pagar o maior percentual do imposto de renda, já que boa parte do lucro obtido é direcionado para pessoa física.

Por isso, o serviço de otimização tributária pode ajudar o microempreendedor a economizar com impostos.

Sem o auxílio do contador, dificilmente o MEI saberia gerenciar suas obrigações fiscais.

Apoio na contratação de funcionário

Esse é um dos serviços mais importantes da contabilidade para MEI, pois a contratação de funcionários gera muitas dúvidas nos microempreendedores.

Segundo a lei, o MEI pode contratar apenas um funcionário com remuneração de um salário mínimo ou piso salarial da categoria.

No Portal do Empreendedor, é indicado que o empresário procure o auxílio profissional da contabilidade para obter mais informações, pois o processo é o mesmo da contratação em empresas de maior porte.

O MEI precisa recolher a guia do FGTS, administrar a folha de pagamento e seguir todas as normas trabalhistas definidas pela CLT, o que pode ser um desafio para um iniciante. 

Logo, é a oportunidade perfeita para você oferecer uma consultoria completa e ajudar o MEI a ter sua primeira experiência como contratante. 

Migração para ME

Quando o MEI prospera, a tendência é ultrapassar rapidamente o teto de R$ 81 mil de faturamento anual (com tolerância até R$ 97,2 mil) e partir para um novo enquadramento jurídico.

No caso, você será responsável pela migração de MEI para ME (Microempresa) ou EPP (Empresa de Pequeno Porte), que exige o desenquadramento do Simples Nacional.

Com esse crescimento, a contabilidade passa a ser obrigatória e você pode oferecer um pacote de serviços mais completo para o cliente.

Essa é a principal vantagem de atender o MEI: seu potencial de crescimento para se tornar um cliente cada vez mais valioso para a empresa. 

Como oferecer a contabilidade para o MEI

Para oferecer a contabilidade para MEI, considerando a desobrigação, você precisa saber valorizar seus serviços e mostrar sua utilidade.

Veja como fazer isso em alguns passos.

Faça a captação pela abertura

A abertura gratuita é a melhor forma de captar clientes MEI, pois o empreendedor já começa seu negócio com seu apoio.

Ao mirar nesses empresários iniciantes, você estará fazendo um investimento para ter clientes maiores no futuro, além de contribuir com seu desenvolvimento. 

Seja transparente

É importante que você deixe clara a desobrigação da contabilidade para MEI, ao mesmo tempo em que mostra o valor dos seus serviços.

Assim, o cliente entende que você está oferecendo um diferencial competitivo e constrói um vínculo de confiança com a sua empresa. 

Oriente e eduque o MEI

A contabilidade para MEI tem uma função consultiva e educativa, pois a maioria desses empreendedores estão tendo sua primeira experiência à frente de um negócio formal.

Logo, você deve orientá-lo em todos os processos para garantir a saúde financeira e o crescimento da microempresa.

Pratique preços compatíveis

Obviamente, o MEI não tem um grande faturamento e não pode arcar com valores altos para sua contabilidade.

Por isso, você deve praticar preços compatíveis com essa realidade, pensando na simplicidade dos serviços e investimento para o futuro. 

Ofereça um planejamento financeiro

Para provar o valor da contabilidade para MEI, você pode apresentar um planejamento financeiro personalizado para seu cliente.

Pode ser um plano básico com relatórios sobre a situação financeira da empresa ou uma assessoria estratégica mais ampla, que ofereça um diagnóstico atual e uma visão de longo prazo para o crescimento do negócio. 

Assim, o MEI vai se surpreender com as possibilidades de futuro e confiar em você para ajudá-lo nessa jornada.

Agilize os serviços MEI

Do lado do contador, é muito importante agilizar os serviços MEI para atender ao maior número possível de clientes sem impactar o fluxo de trabalho da empresa.

Como as tarefas do MEI são muito simples, você pode usar uma plataforma de gestão como a Conta Azul, que facilita o atendimento de MEIs e microempresas em geral.

Conta Azul Mais  Contabilidade em tempo real para transformar sua empresa contábil Quero fazer parte

Assim, você consegue processar rapidamente os dados desses clientes e oferecer relatórios precisos, garantindo serviços de qualidade e a fidelização do público com o mínimo de esforço.

Agora você já sabe como conquistar sua fatia dos milhões de MEIs brasileiros.

Então, não deixe de aproveitar as oportunidades da contabilidade para MEI, e lembre-se: o MEI de hoje pode ser seu melhor cliente amanhã.

Quer acesso a materiais gratuitos exclusivos para Contadores?

Junte-se a mais de 100 mil profissionais e empresários contábeis e receba gratuitamente novidades e dicas sobre tecnologia, marketing e vendas para Contabilidade.